Maria Porta do Céu

Maria Porta do Céu
Foto do arquivo: Ícone Maria Porta do Cêu

A verdadeira história do ícone de Maria Porta do Céu.

Através deste texto você vai conhecer a maravilhosa história do ícone de Maria porta do Céu, como surgiu, suas maravilhas, milagres e as curas que foram dadas por Jesus através do perfume que exala do ícone de Maria, além de conhecer a história do seu primeiro Santuário que construímos aqui no Brasil.

A história do Ícone Maria Porta do Céu:

Este ícone que se chama Maria Porta do Céu foi pintado em 1920 no Monte Athos na Grécia, a partir do original que estava em Constantinopla, na Turquia, antes do ano de 981. Ele chegou milagrosamente ao Monte Athos e foi recolhido pelos monges que o colocaram no santuário do mosteiro.

No dia seguinte, ele foi encontrado na porta, e sendo recolocado no santuário. Num outro dia, foi reencontrado na porta, e assim nos dias subseqüentes. Por que na porta? Porque seu nome é Porta do Céu. Ela quer ser realmente, a porta da Igreja. A porta dá geralmente na rua. Maria quer estar presente por onde passam aqueles que nunca colocaram os pés numa igreja. Mil anos depois, no dia 21 de novembro de 1981, dia da apresentação de Nossa Senhora ao Templo, ela começou, em Montreal, no Canadá, a derramar abundantemente um bálsamo perfumado, e isso vem se repetindo até hoje. Esse bálsamo sai das suas mãos e de Cristo; mas também da estrela que ela tem no ombro direito que simboliza o Espírito Santo.

Se o primeiro lugar é dado a Jesus no centro da tela, com a sua mão direita que abençoa, podemos notar que essa mão está colocada no peito de Maria, porque é através do coração de Maria que Jesus abençoa. O Cristo que Maria está carregando se chama “O Vitorioso”.

Muitas curas foram dadas por Jesus através desse perfume de Maria. Uma das características desse óleo perfumado é de dar o gosto pela oração. Uma das grandes mensagens de Maria Porta do Céu é que as famílias, como as comunidades religiosas, passem a ser “portas do céu”, e como este ícone exala o perfume da compaixão para os outros, o perfume do Espírito Santo, como um pentecostes perfumado, tranforma-se suavemente em bálsamo de cura.

Foi perguntada a Virgem de Medjugorje, qual era o papel deste ícone e o sentido deste óleo maravilhoso. Ela respondeu através d’Yvan: “Este ícone é bem mais importante que as aparições porque todo mundo pode se beneficiar dela, e o óleo significa a Misericórdia para todos”. A mensagem está clara. O óleo é para despertar um ardor novo nos corações de todos os cristãos.

  Na foto: Santuário Maria Porta do Cêu

O primeiro Santuário do Mundo está no Brasil.

O Santuário Maria Porta do Céu que está localizado aqui em CAMPINAS (foto), foi o primeiro Santuário no Mundo a ser dedicado ao "Ícone de Maria Porta do Céu". Ele que hoje recebe a visita de milhares de pessoas por mês, fieis que vêem de todos os cantos do país depositar o seu pedido aflito á uma fonte ininterrupta de graças que cai do céu, trazida pelas mãos da Virgem Maria.

Leia este comovente testemunho abaixo, escrito pelos próprios fundadores do Santuário Maria Porta do Céu (Denis e Suzel Bourgerie) e descubra um pouco mais sobre sua história e construção. Sem dúvida, esta é uma obra que foi construída nos alicerce da fé.

Testemunho: Queridos leitores, ao longo dos anos, durante o tempo em que o Santuário Maria Porta do Céu estava sendo erguido como um milagre na fé, eu Denis e Suzel Bourgerie passamos por momentos difíceis, mas tão fortes e extraordinários no amor de Deus e da Santíssima Virgem Maria, que decidimos transportar esta vivência aqui para vocês.

Na verdade, sentíamos no coração uma vontade imensa de construir uma pequena igreja (Santuário) à Maria Porta do Céu (o primeiro no Mundo) pela experiência que eu vivera ao conhecer o verdadeiro ícone de Maria Porta do Céu no Canadá, de onde jorrava um bálsamo perfumado e milagroso. Mas jamais poderíamos imaginar o que o plano de Deus faria um dia Neste Santuário. Hoje pronto, belo, repleto de fiéis, visitado por milhares de peregrinos de todo o Brasil e fora dele, os sinos do Santuário repicam, rodeado por faixas de agradecimento pelas graças recebidas. Voltando nossos olhos há alguns anos atrás, só podemos agradecer… agradecer… a tão grande Deus e a fiel e amorosa Mãe Maria Porta do Céu.

Que extraordinária é a pedagogia de Jesus e da Virgem Maria para nos fazer aprender o que é ser não só operário do Reino de Deus, mas filho e herdeiro de suas promessas. Digo isso porque, quantas vezes desanimadas pelos empecilhos, com lágrimas na alma e nos olhos, atravessando o deserto da incerteza e julgando nessas horas tratar-se a construção da igreja um simples sonho humano, sem aval divino, pensamos em desistir desta obra. Mas sempre, nos dias mais difíceis quando o desanimo parecia invadir cada centímetro do nosso ser encontrávamos na porta de casa, ao cair da noite alguma carta ou bilhete de alguém nos incentivando e nos consolando.

E quem estava junto? Uma foto da virgem Maria! Para nós era como se ele mesmo estivesse ali, viesse pessoalmente para nos dizer: “Coragem! Não desanimem meus filhos, pois é do meu agrado e do agrado do meu Filho! Continuem!” E foi desta forma com muito luta e fé que continuamos e conseguimos erguer e concluir o primeiro Santuário. “O Santuário de Maria Porta do Céu”. Amém, Aleluia Senhor.

Tenha você uma história de milagres, aventure-se com Deus, vá fundo e aguarde as bênçãos e as redes cheias. Lembre-se! Os Grandes cardumes só estão em alto mar!

Ligações internas sobre o assunto