Seja bem-vindo - Sexta-Feira, 22 de Setembro de 2017 - 03:17

Em meu nome, “Eu o farei”.


Tudo o que pedirdes em Meu nome eu o farei.

Você reza com Jesus? A sua oração exprime o amor e o interesse de Jesus? Você crê que Deus responderá como Jesus crê que seu Pai trabalha em todas as situações? Lembre-se sempre, Jesus não tem medo de nos dizer para pedirmos tudo de que necessitamos, tudo o que desejamos porque Ele sabe que o Espírito Santo vai suscitar os bons desejos em nossos novos corações, que Deus deu aos seus filhos da Nova Aliança.

Jesus dirigiu-se aos seus apóstolos e disse: “Tudo o que pedirdes ao Pai em Meu Nome eu o Farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho. Qualquer coisa que me pedirdes em Meu Nome vô-lo farei”. (João 14,13). “Eu assim vos constituí a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai, em Meu Nome, ele vos conceda! ” (João 15,16).

E pela terceira vez, Jesus, conhecendo a dureza e incredulidade do coração humano, volta novamente, com insistência, nessa promessa: “Em verdade, em verdade, eu vos digo: o que pedirdes ao Pai, ele vos dará em Meu Nome. Até agora, nada pedistes em Meu Nome; pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja completa”. (João 16,23), Tudo! Tudo! Tudo! Os discípulos deviam prestar nesse momento uma atenção particular ao que Jesus dizia. Ao curso de Seu Ministério, eles estavam habituados à presença física de Jesus no meio deles. Então, quando ele anunciava a Palavra do Pai, as obras aconteciam. Eles rezavam com Jesus, como Ele lhes ensinava. Mas eles não tinham jamais pedido a Deus para fazer qualquer coisa, como se fosse Jesus mesmo quem pedisse. Eles jamais tinham rezado “em Nome de Jesus”.

Uma das razões pelas quais Jesus não queria que os discípulos se entristecessem com sua morte é que Ele estaria neles e com eles, com seu Poder e a sua presença, quando eles rezassem em Seu Nome.

Jesus disse para orarmos em Seu Nome, porque o seu corpo continua vivo no meio de nós, mesmo depois da sua crucifixão e ressurreição.

“Tudo o que pedirdes em Meu Nome, eu o farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho”. (João 14,13).

“Reze! ” É Jesus que está vivo dentro de você: Se você está doente ou outra pessoa, é instintivo que, sendo cristão, você queira rezar por ele. O Espírito Santo suscita no cristão, em você, o desejo de rezar.

Você pode dizer: “É inútil! Isso não vai produzir efeito. Minha oração não produzirá nada de bom! ”.

Mas o Espírito Santo dirá: “Reze! ” E Jesus, vivo dentro de você, desejará que você reze, com fé, em Seu Nome. Crer que Deus responde às nossas necessidades é uma coisa, mas Jesus quer realmente dizer que nós podemos pedir tudo o que desejamos? Sim, Ele te diz isso!

Todo Pai ama dar aos seus filhos mais do que o mínimo vital. E nosso Pai do céu nos ama infinitamente, muito mais que qualquer Pai na terra. Ele se interessa por todos os aspectos de nossa vida, mesmo aqueles que parecem tão insignificantes.

Deus quer nos ensinar a confiar a Ele tanto os pequenos detalhes de nossa vida como nossas grandes necessidades.

Que nós nos viremos em direção a Ele para que Ele possa agir e nos atender, dando-nos tudo o que pedirmos em seu Nome.

Lembre-se disso! Não somente Ele é glorificado em dar a seus filhos, mas Ele quer também que a sua alegria seja perfeita.

Ele se alegra em dar. Ele se alegra ao ver a fé daqueles que creem Nele, e Ele se alegra com a alegria de seus filhos, quando eles recebem o que pediram.

Ânimo! Coragem! Alegre-se com em um dia de festa. Na sua vida não pode haver mais lugar para a tristeza. Porque Deus quer que você peça, Ele quer que você creia que será atendido, Ele quer que você reze “em Seu Nome”.

Ele quer ser glorificado ao lhe dar a graça, Ele quer que a sua alegria seja perfeita, Ele quer que você tenha…uma vida de oração fecunda.


Referência:
Texto: Santuário Nossa Senhora Desatadora dos Nós.


Voltar

Links Relacionados