Itália

Fundadores do Santuário são recebidos pelo Vaticano.

Recebidos pelo Cardeal Giuseppe Bertello Governador da Casa Civil do Vaticano.

O Sr. Denis Bougerie com sua esposa Dra. Suzel Bourgerie, fundadores do Santuário de Nossa Senhora Desatadora dos Nós e de suas obras, com o Cardeal Giuseppe Bertello Governador da Casa Civil do Vaticano, recebidos em audiência particular no Vaticano no mês de março de 2016.

Cardeal Giuseppe Bertello, Presidente da Pontifícia Comissão para o Estado da Cidade do Vaticano e do Governatorato da Cidade do Vaticano.

Durante missão fundador prega em Ostia e Roma.

Durante a viagem o fundador conheceu Roma debaixo de neve, o que não ocorria há mais de 35 anos.

Foto: Podemos ver a noite fria de Roma, onde o fundador do Santuário Nossa Senhora Desatadora dos Nós esteve pregando.

MISSÃO EM OSTIA E ROMA:
O fundador do Santuário de Nossa Senhora Desatadora dos Nós, Sr. Denis Bourgerie, responsável pelo despertar da devoção à Maria Desatadora dos Nós no Brasil e no mundo está voltando de mais uma de suas inúmeras missões. Desta vez o local escolhido foi Roma e Ostia.

Durante a viagem o fundador conheceu Roma debaixo de neve, o que não ocorria há mais de 35 anos. A tempestade não o impediu de pregar durante todas as noites, incansavelmente, de igreja em igreja, para entronizar a estátua, (imagem de Maria Desatadora dos Nós), realizando retiro ao povo, formado o povo, como também os Sacerdotes.

Além de Roma, o fundador pregou Ostia, (Ostia, que foi o Porto dos Romanos há mais de dois mil anos atrás). Em entrevista a redação deste site o fundador do Santuário nos contou que tem um carinho especial por Ostia, por que é lá que Santa Mónica, mãe de Santo Agostinho faleceu nos braços de seu filho. Após, embarcou para sua missão extraordinária na África do Norte, onde ele passou a ser sacerdote, bispo, escritor e doutor da igreja, e hoje em dia ele (Santo Agostinho) é uma das quatro colunas da Igreja Católica.

Não podemos esquecer que até o século passado os livros, mais lidos na cristandade depois da Bíblia, evidentemente, foram Imitação de Cristo e as Confissões de Santo Agostinho.

A devoção do fundador do Santuário por Maria Desatadora dos Nós e pelo trabalho persistente de ir de igreja em igreja, convidado por bispos e sacerdotes, fazem com que hoje em dia, esta devoção não pare de crescer na Itália e no mundo, tal é a missão dele, de espalhar onde Nossa Senhora quer a Missão Dela.

____________________________

Sobre Ostia: Seu nome oficial, Lido di Ostia. Ostia Antica foi uma das mais florescentes cidades romanas graças à sua posição como importante centro comercial e portuário. Ostia foi o Porto dos Romanos a mais de dois mil anos atrás. Esteve enterrada durante mais de 10 séculos. Situada 30 quilômetros a oeste de Roma.

Fundador do Santuário teve ensinamentos gravados.

Enquanto esteve pregando em Roma o fundador do Santuário teve todos seus ensinamentos gravados e filmados.

Na foto:  Durante as pregações em Roma e em Ostia o fundador do Santuário teve todos seus ensinamentos gravados.

MATERIAL GRAVADO:
O fundador do Santuário Sr. Denis Bourgerie recebeu uma grata notícia ao final de sua missão em Roma. Enquanto lá estava pregando todas as noites de igreja em igreja, dando ensinamentos e levando a devoção a Nossa Senhora Desatadora dos Nós, todos os seus ensinamentos e pregações foram gravados e filmados por dois coordenadores do time (da equipe) de Nossa Senhora Desatadora dos Nós em Roma. Esses dois coordenadores que filmaram todo o material trabalham em uma TV italiana.

Durante entrevista a redação deste site foi feita a seguinte pergunta ao fundador do Santuário: Por que foi importante a gravação de todo esse material?

Porque esse material será multiplicado e utilizado para que todos os católicos daquela região conheçam os ensinamentos dado pelo fundador do Santuário e com o objetivo de atingir mais irmãos italianos, que necessitam, como também aqui no Brasil, de desatar os seus nós.

Nossa Senhora Desatadora dos Nós em Roma, Itália.

Pregações feitas, para fazer descobrir aos romanos a devoção de Nossa Senhora Desatadora dos Nós.

Você sabia que o fundador do Santuário Nossa Senhora Desatadora dos Nós prega em diversos lugares ao redor do mundo, a convite de párocos e paróquias? Sua última viagem foi à Itália, na cidade de Roma, onde ele pegou em diferentes igrejas, para fazer descobrir aos romanos a devoção de Nossa Senhora Desatadora dos Nós.

Como você pode observar na galeria de fotos abaixo, Denis Bourgerie estava sempre acompanhado da imagem da Mãe (Nossa Senhora Desatadora dos Nós), e tinha um tradutor para traduzir suas pregações do francês para o italiano.

Ao final de estadia em Roma, o fundador, que não conseguiu atender a todos os pedidos das paróquias, foi entrevistado por dois jornalistas, que perguntaram como foi o acolhimento dos italianos com Nossa Senhora Desatadora dos Nós. Ele respondeu: “Eu fiquei extremamente surpreso pelo interesse dos romanos quanto à devoção de Nossa Senhora Desatadora dos Nós, que foi acolhida por eles de coração aberto. ”

As missões não param e não podem parar. A devoção da Toda Poderosa Nossa Senhora Desatadora dos Nós deve ser propagada mundialmente, a fim de que todos conheçam e saibam o quanto Ela ama seus filhos e como nunca os deixa desamparados.

Fique por dentro de todas as novidades diárias do Santuário Nossa Senhora Desatadora dos Nós!

ÓSTIA

Desatadora dos Nós está percorrendo Ostia em Roma.

A imagem está peregrinando de paróquia em paróquia na cidade. Mas por que Ostia é tão importante para nós?

Na foto: Podemos ver a imagem de Nossa Senhora Desatadora dos Nós, exposta em um altar na cidade de Ostia, Roma.

O rio Tibre corta a cidade de Roma em duas partes e desemboca a 20 km de Roma, na cidade de Ostia. O Santuário enviou uma Virgem Peregrina, que está passando, ou seja, peregrinando de paróquia em paróquia na cidade. Mas por que Ostia é tão importante para nós? Foi nesta cidade que Santo Agostinho e sua mãe Santa Mônica, rezaram uma última vez juntos e se prepararam para voltar a Cartagena, na Tunísia, onde Santa Mônica faleceu.

Ela deu a vida a seu filho duas vezes: a primeira por meio da maternidade e a segunda através da conversão de Santo Agostinho. Não podemos esquecer que ela rezou e chorou durante treze anos. Seu filho único era brilhante, mas não utilizou sua inteligência e suas capacidades para se aproximar de Deus. Aos 19 anos de idade, já tinha uma amante, coisa fora do comum e extremamente chocante para sua época, no século
IV. Com esta amante, uma mulher da Argélia, ele teve um filho, que amou muito, mas que faleceu na idade de 20 anos.
Santo Agostinho fez chorar sua mãe também porque entrou em uma seita terrível, rejeitando o cristianismo. Ele se aproximou da palavra do Senhor, mas a leu por meio de traduções malfeitas e, consequentemente estas traduções não satisfizeram sua procura pela verdade. Ele frequentava teatros com cenas libidinosas, sensuais, pecaminosas ao extremo. Santo Agostinho enganou sua mãe um dia, ao dizer que ia passear no porto de Cartagena, mas ao invés disso, embarcou rumo a cidade de Ostia e depois em Roma. E sua mãe o esperava…

Ele contou por meio de seu livro “Confissões”, quando se converteu, que era impossível viver sem os prazeres da carne. Anos mais tarde escreveu páginas sublimes sobre a importância da castidade. Rezando para a conversão de seu filho único e muito amado, Santa Mônica não parava de chorar, mas nunca perdeu sua fé. Um dia, Agostinho ouviu dois versículos de Romanos 13, 13-14: “nada de orgias, nada de bebedeira; nada de desonestidades nem dissoluções; nada de contendas, nada de ciúmes. Ao contrário, revesti-vos do Senhor Jesus Cristo e não façais caso da carne nem lhe satisfaçais aos apetites.”

“É por esta razão que nós do Santuário mandamos uma bela imagem de Nossa Senhora Desatadora dos Nós na cidade de Ostia. Há muitos anos, o fundador Denis Bourgerie recebeu uma relíquia ex ossibus (uma parte grande de um osso) da mãe de Santo Agostinho, Santa Mônica e pregou na Tunísia sem deixar de conhecer as ruínas das basílicas onde Santo Agostinho disseminava a palavra de Deus”, conforme explicou o fundador do Santuário Sr. Denis Bourgerie.

Nossa Senhora Desatadora dos Nós no Vaticano.

Nossa Senhora Desatadora dos Nós é reproduzida no chão da Praça São Pedro, feitas com pétalas de flores.

Nos últimos dias, o Sr. Denis Bourgerie, fundador do Santuário recebeu algumas fotos do Vaticano que o deixou maravilhado tanto pela sua beleza, quanto pela devoção por Nossa Senhora Desatadora dos Nós que vem ganhando o mundo. Nas fotos podemos ver a reprodução da imagem de Nossa Senhora Desatadora dos Nós no chão, feitas de pétalas de flores, como se fosse um enorme tapete. Essas fotos foram tiradas na praça São Pedro no Vaticano, praça que é considerada o coração da cristandade.

Após o recebimento das imagens, o fundador do Santuário as enviou ao Padre Eduardo Dougherty, fundador da TV Século 21, no qual ele tem uma grande e profunda amizade. Veja o comentário do padre Eduardo sobre as imagens: “É um sinal, um sinal muito importante, Nossa Senhora Desatadora dos Nós ai no Vaticano, e não há dúvida pelo mundo inteiro e não há dúvida de que a graça e a benção daqui de Campinas e de Denis é uma graça pela igreja, pelo mundo. Louvado seja Deus é a hora da benção da graça de Deus. Só posso dizer, louvado seja Deus.”

Papa Francisco demonstra sua devoção a Nossa Senhora Desatadora dos Nós.

Esta semana a maioria dos jornais noticiaram o Papa Francisco (Jorge Mario Bergoglio), recebendo em seu gabinete no Vaticano, um grupo de dirigentes sindicais Argentinos, o que impressionou a maioria das pessoas, que escreveram para o nosso site, (portal), foi a foto que foi publicada junto com a matéria, “O Papa Francisco recebendo os dirigentes Sindicais e aos fundos uma imagem”, na parte central do seu gabinete, o quadro de Nossa Senhora Desatadora dos Nós. E uma destas fotos foi enviada a redação do site, que aqui publicamos, e compartilharmos a todos os devotos de Nossa Senhora Desatadora dos Nós.

Não é de hoje que o papa Francisco vem demostrando sua devoção e a Nossa Senhora Desatadora dos Nós. O Pontífice descobriu esta invocação durante sua estada na Alemanha, na década de 80. Após conhecer o significado de Nossa Senhora Desatadora dos Nós, se entusiasmou de tal forma, que resolveu divulgar esta devoção em seu país de origem, (Argentina), foi onde o fundador do Santuário Denis Bourgerie ficou deslumbrado e trouxe para o Brasil, disseminando esta devoção e agora Ela é venerada e amada por milhares de fiéis.

Santuário recebe carta em agradecimento de Vossa Santidade o Papa Francisco.

O Santuário nossa Senhora Desatadora dos Nós recebeu uma carta da sua Santidade, O Papa Francisco, (Jorge Mario Bergoglio), em agradecimento ao livro enviado a ele no Vaticano, “A Poderosa Nossa Senhora Desatadora dos Nós, escrito pelo Fundador e cofundadora do Santuário; Denis Bourgerie e Suzel A. Frem Bourgerie, além de uma medalha de Nossa Senhora Desatadora dos Nós.

A Carta foi dirigida e enviada ao fundador do Santuário Denis Bourgerie, que achou por bem compartilhar a carta a todas as pessoas. A carta que é datada do dia 04 de dezembro e foi aberta no Santuário em Campinas pelo fundador no dia 21/12/2013, certamente este foi o melhor presente de Natal que nós Católicos e devotos de Nossa Senhora Desatadora dos Nós poderíamos ter ganho.

Tradução do trecho da carta enviada ao Santuário:

Senhor, Vós quisestes que fosse entregue à Sua Santidade o Papa Francisco um exemplar do livro apresentando o santuário dedicado à Virgem Maria em Campinas, juntamente com documentos, uma medalha e uma carta à sua intenção. Sensibilizado com vosso gesto filial e com vosso testemunho de fé, o Papa vos agradece.

Contando com as orações de Sua Santidade, ele vos abençoa com todo o coração assim como a vossa esposa e a todos que vos são queridos.

Ficai seguro, senhor, dos meus respeitosos e devotos sentimentos no Senhor.